Cabecalho20224


 


 

EstacaoOrienteOs trabalhadores da CP pertencentes à Estação do Oriente vão exercer o direito à greve no dia 29 de Fevereiro e no dia 1 de Março devido à falta da resolução dos problemas e do agravamento das condições de trabalho que nesta estação atingiu um limite inaceitável. Estes problemas arrastam-se, e alguns tiveram compromisso da administração para estarem resolvidos há anos, mas que nunca se concretizou.

As falhas de energia eléctrica são constantes no serviço, elevando mais o stress e a sobrecarga no trabalho;

As bancadas de madeira estão a desfazer-se;

Quando chove com alguma intensidade e existe vento, a água infiltra-se pelo tecto das bilheteiras e cai por cima dos balcões e equipamentos informáticos;

Os Terminais de Pagamento Automático avariam constantemente e as reparações demoram imenso tempo;

Os Intercomunicadores continuam avariados ou a funcionar mal;

Os monitores têm várias dimensões e são bastante envelhecidos, causando cansaço visual;

Os vestiários dos trabalhadores são também usados como arrecadação para arquivo da CP;

Os aparelhos de refrigeração (ar condicionado) muitas vezes sem manutenção e avariados;

O Gabinete de Apoio ao Cliente sem condições, degradado e com cheiros nauseabundos constantes, as paredes a precisar de pintura e limpeza de fundo;

A copa da estação muitas vezes sobrelotada e sem condições para todos os trabalhadores que necessitam de tomar a sua refeição;

Existe a necessidade de alguns lugares de estacionamento para os trabalhadores, nomeadamente quando se deslocam em determinados horários;

A reivindicação antiga de serem colocados monitores no interior das bilheteiras com a informação das linhas e atrasos dos comboios.

SÃO PRECISAS RESPOSTAS

Uma das mais importantes estações da rede ferroviária nacional onde os trabalhadores não são tidos em conta nem têm as condições de trabalho adequadas e garantidas pela administração da empresa, nem vêm os problemas respondidos.

São algumas das reivindicações dos trabalhadores da Estação do Oriente, comuns a trabalhadores de outras estações.

A administração diz ter consciência da actual situação dos trabalhadores na Estação do Oriente e alguns dos problemas soube através do sindicato.

A administração da CP justifica a não resolução dos problemas com as obras previstas na estação para a Alta Velocidade que pode ser lá para o ano 2030. Com este “falso” argumento e até vexatório, a CP dá suporte a necessidade da luta, porque os trabalhadores estão cansados de promessas e já não podem esperar mais, o que querem é ver os problemas resolvidos de uma vez por todas e no imediato.

Leia o comunicado aqui -->>>

Agenda

fevereiro 2024
D Sb
28 29 30 31 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 1 2

Sindicaliza-te

LOGOTIPO SINDICALIZACAO

Formação

FormacaoProfissional2021

Pesquisar

Informação por email

IPTRANS - Formação

IPTrans formação 2023 2024

Ponto Seguro

ponto seguro

Visitantes

Temos 338 visitantes e 0 membros em linha

Visualizações de artigos
3596053

 Av. Álvares Cabral 19, 1250-015 Lisboa - Telef: 21 845 3466 * E-mail: fectrans@fectrans.pt