CabecalhoSiteFectrans3.png
#gruemenu.grue

Tradutor

ptenfrdees

Agenda

janeiro 2018
D Sb
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3
Qua. Jan. 17, 2018 @09:00 - 13:00
Debate sobre os 20 anos da directiva postal europeia
Qua. Jan. 17, 2018 @14:30 -
Entrega da petição "Pela renacionalização dos CTT"
Ter. Jan. 23, 2018 @10:00 - 13:00
Reunião de Secretariado da FECTRANS

Video

Visitantes

Temos 109 visitantes e 0 membros em linha

ManifestacaoCarrisRealizou-se no passado dia 06 de Setembro mais uma reunião entre o C.A. e a FECTRANS, onde o C.A. começou por informar, que já solicitou autorização para a admissão de mais 41 novos tripulantes; que está a adoptar procedimentos com vista à renovação da frota no âmbito do “Programa Portugal 2020”; que está em curso um estudo sobre uma possível reestruturação da rede, pois a empresa tem vindo a perder clientes em 2016.

Comunicado STRUP/Carris; CarrisTur e CarrisBus

MetropolitanoLisboaNa reunião de negociação de hoje, no Metropolitano de Lisboa, face à falta de respostas para a resolução de diversos problemas, a Fectrans/Strup entregou uma declaração de denúncia do arrastamento de situações com fortes implicações na qualidade do serviço prestado aos utentes;

Ler mais...

ManifestacaoCarrisNa reunião com o Ministro do Ambiente a delegação sindical começou por valorizar todas as medidas implementadas até agora, de reversão da privatização, de reposição do direito ao transporte, de alguma reposição de componentes da remuneração, mas salientou que este caminho tem que continuar a ser seguido, na melhoria do serviço prestado à população, na valorização dos salários e na revogação do dec.lei 133/2013, que continua a impor limitações no valor do trabalho extraordinário, do subsídio de refeição e remuneração de feriados.

Comunicado Carris e CarrisBus

NaoCeda1MetroO Metropolitano de Lisboa EPE, esteve nos últimos quatro anos de Governação da maioria PSD/CDS-PP, a ser preparado para ser privatizado. Empurraram-se mais de 300 trabalhadores para "rescisões amigáveis" e para o desemprego, descapitalizaram a Empresa, encerraram 18 postos de vendas, diminuíram o número de carruagens na linha verde, aumentaram o tempo de intervalo entre comboios, diminuíram a velocidade de circulação de 60 para 45Km/h, degradaram a manutenção e a limpeza de comboios e estações. Passou-se de uma exploração comercial onde raramente se registavam atrasos, interrupções ou supressões, para o seu oposto, com incidentes de exploração todos os dias.

Comunicado STRUP/ML

grevecarrisO CA continua a querer debater clausulas, afim de prejudicar direitos adquiridos há muito pelos trabalhadores, sendo elas a clausula do LP (que apesar de não estar a ser efetivado, tem consagração no texto atual), assistência na doença e complementos de reforma para os vindouros, propondo cortes nestas matérias, sem nada em troca e mantendo ainda as propostas de aumento da carga diária de trabalho até às 10 h e a duração semanal até às 50h.

Comunicado Carris 04

GreveCarrisBusJun2016O CA diz que já tem todo o processo de uma possível integração na contratação coletiva estudado e preparado, e se necessário para ser entregue “amanhã”, onde contemplam anuidades e diuturnidades, carreiras profissionais, progressões na carreira, entre outras; mas que nada disto poderá avançar sem o aval positivo da Tutela Financeira.

Comunicado STRUP/CarrisBus

MetroLisboaComo é do conhecimento geral foi aprovado no passado dia 9 de Junho, na Assembleia da República, a Lei, que estabelece o regresso à total autonomia jurídica das empresas: Metropolitano de Lisboa, Carris, Transtejo e Soflusa que, sem qualquer suporte legal, se encontravam aglutinadas sob a Marca Transportes de Lisboa, de acordo com as orientações do anterior Governo.

Ler mais...

GreveCarrisBusJun2016Os trabalhadores da CarrisBus iniciaram uma semana de luta com paralisações parciais de manhã e de tarde, em defesa da negociação de um Acordo que valorize os seus salários, que combata o trabalho precário e pelo retorno da empresa à Carris.

Ler mais...

ConcenttracaoMetroCarris27Out2015Não existindo agora qualquer denúncia, na prática o que a Lei determina é que deixa de haver prazos para a vigência do AE. Ou seja o atual AE mantêm-se em vigor até que alguma das partes volte a apresentar uma nova denúncia e se retomem os prazos de negociação. Agora podemos negociar alterações pontuais e uma nova vigência do AE, sem qualquer “cutelo sobre o pescoço”.

Comunicado STRUP/ML

Informação por email

Aplicação Telemóvel

Instale a aplicação FECTRANS para telemóvel. Use um leitor de QR code ou acesse AQUI pelo telemóvel

App

Parentalidade

parentalidade botao

Ponto Seguro

ponto seguro