#gruemenu.grue

O motivo do veto, que não se centra em qualquer análise de inconstitucionalidade,  é o da impossibilidade da CML poder vir a entregar a Carris e suas empresas a privados, conforme propôs o PCP e a maioria da Assembleia da República aprovou, o que demonstra que o PR tem uma opção política com a qual a FECTRANS não concorda.

A FECTRANS e o seu Sindicato na empresa tudo fará para ajudar a que a Assembleia da República reconfirme o conteúdo da Lei e que, dessa forma, se garanta no futuro, que a opção que consideramos errada de municipalização da Carris, seja melhorada e que garanta agora e no futuro o controlo público da empresa e que assim se garanta um verdadeiro serviço público que a cidade e a região metropolitana precisa.

Tradutor

enfrdeitptrues

IPTRANS

Protocolo

Visitantes

Temos 309 visitantes e 0 membros em linha

Informação email

Agenda

No mês passado junho 2018 Próximo mês
D Sb
week 22 1 2
week 23 3 4 5 6 7 8 9
week 24 10 11 12 13 14 15 16
week 25 17 18 19 20 21 22 23
week 26 24 25 26 27 28 29 30

Guia da parentalidade

Ponto Seguro