#gruemenu.grue

Nesta reunião fomos confrontados com condições de trabalho e de habitabilidade muito precárias a que acresce a ausência de meios, particularmente combustível e água, para as tripulações puderem garantir a sua própria segurança e a dos navios. A agravar esta situação as tripulações estão sem salário desde Dezembro último inclusive, razão principal que determinou a presença da FECTRANS para manifestar não só a solidariedade aos trabalhadores mas também transformar em denúncia esta situação perante o Governo, a Capitania do Porto, a Administração do Porto de Lisboa e o representante do armamento dos navios de forma  a restabelecer as condições contratuais e de segurança.

Tradução

ptenfrdeitrues

Noticias do sector

IPTRANS

Protocolo

Visitantes

Temos 128 visitantes e 0 membros em linha