#gruemenu.grue

É óbvio que muitas questões ainda estão em aberto, desde logo a manutenção da Lei do Trabalho Portuário de 2013, feita para servir os interesses dos patrões e que é responsável pelo aumento da precariedade nos portos portugueses, na lógica do anterior governo, de liberalizar todos os sectores de actividade, reduzindo os trabalhadores a meros instrumentos dos interesses patronais.

O exemplo da luta no porto de Lisboa é o exemplo que tem que ser seguida nos restantes portos e empresas onde a precariedade, os baixos salários e o trabalho sem direitos são a realidade no dia a dia.

Porque a questão da precariedade é transversal a todos os sectores, reafirmamos o nosso compromisso de apoio e participação na iniciativa do Sindicato dos Estivadores “precariedade é escravatura” a ter lugar a 16 de Junho e realizaremos no próximo dia 2 de Junho, a acção simbólica denominada “Pás para enterrar os baixos salários e a precariedade”, às 10,30h junto à residência oficial do primeiro ministro

Tradução

ptenfrdeitrues

Noticias do sector

IPTRANS

Protocolo

Visitantes

Temos 130 visitantes e 0 membros em linha