#gruemenu.grue

Geral

Manif 23Nov20168Mais de mil trabalhadores das empresas públicas de transportes (Carris; CarisBus; CarrisTur; Metro; CP; IP; EMEF; Transtejo; Soflusa) concentraram-se e desfilaram, hoje, em Lisboa, em defesa da contratação colectiva, em defesa do serviço público de qualidade e contra a precariedade nas relações de trabalho.

Ler mais...

23Novem2016O plenário do CES – Conselho Económico e Social, aprovou ontem o seu parecer sobre a proposta de Orçamento de Estado para 2017, no qual se pronuncia relativamente às reivindicações dos trabalhadores das empresas públicas, com a opinião de que, “o OE 2017 deveria adoptar medidas com vista à melhoria dos Serviços Públicos e funções sociais do Estado, dando resposta à valorização profissional e salarial dos trabalhadores da Administração Pública e do Sector Público Empresarial (SPE) e dotando os serviços dos recursos necessários ao desenvolvimento da sua missão. Depois de uma redução do poder de compra superior a 10% nos últimos sete anos, tanto a evolução salarial, como a progressão nas carreiras devem ser descongeladas, respeitando assim o direito à negociação e contratação colectiva no sector público.

Ler mais...

ContraPrecariedade14Nov2016A FECTRANS integrou, ontem, a delegação de organizações que entregaram ao primeiro ministro, um dossier contendo a denúncia de situações de precariedade em diversas empresas, com particularidade para as empresas tuteladas pelo governo. Nesta acção foi entregue a seguinte carta aberta ao primeiro-ministro:

Ler mais...

Cartaz 23NovembroTemos que dizer que não aceitamos trabalhar em 2017 com salários de 2009! Temos de repetir que queremos o direito a progredir nas carreiras profissionais; o direito às nossas diuturnidades/anuidades entretanto vencidas; o direito a que haja negociação colectiva e que não aceitamos trabalho precário.

 

Comunicado conjunto

precariedadeAmanhã, 14 Novembro, os Sindicatos da FECTRANS integrarão a acção da União de Sindicatos de Lisboa, junto ao primeiro ministro, onde será entregue um dossier de denúncia sobre diversas situações de precariedade dos vínculos laborais e com a exigência de que se o governo quer, realmente, acabar com esta dramática, ilegal e injusta situação tem que ser o primeiro a agir nas empresas que tutela e que no sector dos transportes são a Carris, CarrisTur, CarrisBus, Transtejo, Soflusa, STCP e EMEF.

fimcongelamento29 organizações de trabalhadores – Sindicatos e Comissões de Trabalhadores -, entregaram no passado dia 3 uma carta aos grupos parlamentares, contendo as suas reivindicações quanto ao conteúdo do Orçamento do Estado e ao facto que mantem o bloqueamento da contratação colectiva, a proibição de admissão de trabalhadores que está a gerar o aumento do precariedade nas empresas de transportes e ainda que se inclua a inversão ao desinvestimento dos últimos anos nestas empresas.

 

Comunicado Fectrans

PlenarioORTs3Nov20161Membros de Sindicatos e Comissões de Trabalhadores das empresas de transportes inseridas no sector empresarial e participado do Estado, reunidos hoje em Lisboa, decidiram entregar uma carta aos grupos parlamentares contendo as suas criticas relativamente à proposta de Orçamento do Estado para 2017 e anunciaram a realização de uma Manifestação de trabalhadores do Sector, dia 23 de Novembro, às 10,30h, com concentração no largo Camões.

Ler mais...

ManfContraColectNuma reunião hoje realizada, organizações sindicais e Comissões de Trabalhadores das empresas públicas de Transportes , aprovaram levar a efeito um plenário/concentração de representantes dos trabalhadores, no próximo dia 3 de Novembro às 10,30h em frente à Assembleia da República, para exigir alterações à proposta de OE, de modo a que sejam repostam os Acordos de Empresa e o efectivo direito à contratação coelctiva, assim como as empresas sejam dotadas dos trabalhadores e dos meios financeiros necessários, para não se agravar a degradação de serviço que se está a verificar nestas empresas.

Ler mais...

NegociacaoColectivaO governo apresentou a sua proposta de Orçamento do Estado para 2017, de cuja leitura se verifica que contém medidas positivas entre outras, o alargamento da gratuitidade dos manuais escolares a cerca de 370.000 mil crianças do 1º ciclo do ensino básico; o reforço da Acção Social Escolar; o descongelamento do Indexante dos Apoios Sociais que se traduzirá no aumento de várias prestações sociais. Apesar disso, consideramos que o mesmo é insuficiente no que concerne aos trabalhadores do sector empresarial do estado, já que:

Comunicado FECTRANS 04/2016

Tradução

ptenfrdeitrues

48º Aniversário

48anoscgtp

Noticias do sector

IPTRANS

Protocolo

Visitantes

Temos 248 visitantes e 0 membros em linha

Informação email

Greve na SCOTTURB começa daqui a:
Greve na IP começa daqui a:
Greve na Barraqueiro Transportes é daqui a:

Agenda

No mês passado outubro 2018 Próximo mês
D Sb
week 40 1 2 3 4 5 6
week 41 7 8 9 10 11 12 13
week 42 14 15 16 17 18 19 20
week 43 21 22 23 24 25 26 27
week 44 28 29 30 31

Guia da parentalidade

Ponto Seguro