#gruemenu.grue

48anoscgtppequenoAo fim de 1 ano e 3 meses de terem sido despedidos na EMEF, nas oficinas de Santa Apolónia, oito trabalhadores retornaram - hoje dia 1 de Outubro - ao seu local de trabalho (no total eram 10),

Terminou assim a processo de regularização dos vínculos, no âmbito do PREVPAP, que abrangeu 40 trabalhadores de Guifões, Entroncamento e Lisboa, que tinham vínculos precários.

Esta tem sido uma frente de luta também no sector ferroviário, luta essa que, para já, teve estes resultados e que é um estímulo para continuar a reivindicar que a um posto de trabalho permanente, corresponda um vínculo de trabalho efectivo.

Não se resolveram ainda todas as situações de precariedade. 41 trabalhadores da IP aguardam, desde Maio, a homologação dos seus requerimentos e, para além disso, há ainda outras situações de precariedade que não foram tratadas no âmbito do PREVPAP e que estão a ocupar postos de trabalho permanente.

São situações em torno das quais continuamos a intervir, num quadro mais amplo de admissão dos trabalhadores que estão em falta em todas as empresas.

Tradução

ptenfrdeitrues

4º Congresso

LOGO 4 CONGRESSO FECTRANS

IPTRANS

Protocolo

Visitantes

Temos 252 visitantes e 0 membros em linha