Cabecalho1.png
#gruemenu.grue

Tradutor

ptenfrdees

Petição

LOGO PETICAO PRECARIEDADE 250

Agenda

novembro 2017
D Sb
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2

Video

Visitantes

Temos 84 visitantes e 0 membros em linha

MobilidadeEsta semana vamos ouvir falar muito de mobilidade, de transportes públicos, cidades sem carros, mas depois, nas outras semana o que assistimos é quase tudo ao contrário do que se diz e no se refere a transportes públicos o que assistimos é a degradação do serviço prestado.

No transporte fluvial entre as duas margens do Tejo, apesar do anuncio de10 milhões para recuperação da frota, os níveis de imobilização mantêm-se e, a supressão diária de carreiras passou a ser a regra, como aconteceu na semana passada na Transtejo, já que na Soflusa transformou-se em definitiva com a redução de cinco carreiras, ao mesmo tempo que se prepara a alteração de escalas para reduzir a necessidade de trabalhadores que hoje faltam.

O transporte ferroviário continua sem um plano de aquisição de novo material circulante, recuperação de infraestruturas e o normal passou a ser os atrasos e irregularidades de serviço e nas linhas do interior, um serviço que quase se pode caracterizar de “faz-se de vez em quando”.

No Metro de Lisboa, apesar da propaganda a regra continua a ser o “pedimos desculpa” porque as avarias e incidentes são muitos.

Com a falta de resposta nestas empresas da responsabilidade do Estado, incentiva-se a que no sector privado de passageiros o serviço prestado aos utentes, regra geral, seja de muito má qualidade e com horários que transformam algumas localidades, mesmo à volta das grandes cidades, em “campos de concentração forçados” donde não se pode sair, na maior parte do dia, por falta de transportes públicos.

Portugal precisa de uma verdadeira política de mobilidade, que aposte no transporte público seguro, regular e fiável, de qualidade e com preços que o tornem acessível a todos os portugueses, com horários que se complementem de modo a termos um verdadeiro sistema de transportes públicos e não uma dispersão de empresas como hoje acontece e, é por isso, que este sector têm que estar debaixo de um controlo público de modo a ser um instrumento ao serviço do desenvolvimento do País.

Informação por email

10º Aniversário

AlmocoComemorativo

Aplicação Telemóvel

Instale a aplicação FECTRANS para telemóvel. Use um leitor de QR code ou acesse AQUI pelo telemóvel

App

Parentalidade

parentalidade botao

Ponto Seguro

ponto seguro