#gruemenu.grue

Correios e Telecomunicações

CTT AbrantesA coragem, responsabilidade, determinação e a união da equipa de trabalho fez com que a Empresa reconhecesse a razão que levou estes Trabalhadores a marcar a greve e aceitou as suas reivindicações, demonstrando que, só se obtêm resultados quando se luta.

marcoCorreioOs trabalhadores dos CTT do Centro de Distribuição Postal de Abrantes vão estar em greve nos dias 22 e 26 de Abril de 2016 e vão manifestar-se na rua. Esta greve é uma forma de luta contra a gestão dos CTT, porque estes estão a contribuir para a deterioração do serviço postal. As correspondências estão a ser atrasadas, os trabalhadores estão a trabalhar para além do horário porque os postos de trabalho não são ocupados, existem 8 tarefeiros a distribuir, mas quem tem que tratar e dividir o serviço são os trabalhadores efetivos, o que faz com que o tempo de trabalho interno seja alargado e o trabalho de distribuição seja diminuído. O stress causado por esta situação tem causado inúmeros acidentes de viação.

Ler mais...

LutaCTTO SNTCT vai levar a cabo uma concentração de dirigentes e delegados sindicais no dia 28 de Abril de 2016, às 10H, frente ao Centro Cultural de Belém – local e hora onde se realiza a Assembleia-Geral dos CTT. Esta concentração destina-se a protestar contra os aumentos de miséria, contra o clima demedo, coacção e assédio moral que se vive neste momento nos CTT. Destina-se também a denunciar a falta de qualidade do serviço postal e a falta de ocupação dos postos de trabalho, com os consequentes prejuízos para o público e para os trabalhadores.

Comunicado SNTCT

LutaCTTComo é sabido o SNTCT não deu acordo à revisão da matéria salarial de 2016. As razões foram já sobejamente explicadas: aumentos insuficientes; não há reposição do poder de compra; os CTT têm milhões de euros de lucros que dividem principescamente pelos accionistas e pelos administradores, ao passo que para os trabalhadores sobram apenas migalhas (33 cêntimos por dia/10 euros mês).

Comunicado SNTCT

LutaCTTDizem eles que este acordo é aplicável aos “Sins”, pode ser aplicado aos não sindicalizados e não é aplicado à maioria dos trabalhadores dos CTT, os associados do SNTCT, a menos que escrevam uma cartinha a comunicar que aceitam, senão não recebem os 33 ou os 47 cêntimos. Será que o senhor presidente escreveu a tal cartinha em 2015 a manifestar a intenção de receber os mais de 900.000 euros? De certeza que escreveu em correio registado e com aviso de recepção.

Comunicado SNTCT

Cartaz greveCTT 20160328Numa adesão a rondar os 75%, os trabalhadores das empresas dos CTT acompanharam e apoiaram, a decisão do SNTCT de não assinar um acordo que se traduz numa actualização salarial de 33 cêntimos por dia (inferior ao dividendo por acção), numa empresa que acumulou, novamente, lucros que serão distribuídos pelos accionistas e onde o presidente ganha, por ano, o equivalente a 76 carteiros.

Ler mais...

PTContra o congelamento de salários e matérias de expressão pecuniária também em 2016, ao invés do patrocínio milionário de equipas de futebol e dos aumentos gerais dos custos de telecomunicações em 2015 e 2016;

Comunicado SNTCT

Tradução

ptenfrdeitrues

48º Aniversário

48anoscgtp

Noticias do sector

IPTRANS

Protocolo

Visitantes

Temos 296 visitantes e 0 membros em linha

Informação email

Greve na SCOTTURB começa daqui a:
Greve na IP começa daqui a:
Greve na Barraqueiro Transportes é daqui a:

Agenda

No mês passado outubro 2018 Próximo mês
D Sb
week 40 1 2 3 4 5 6
week 41 7 8 9 10 11 12 13
week 42 14 15 16 17 18 19 20
week 43 21 22 23 24 25 26 27
week 44 28 29 30 31

Guia da parentalidade

Ponto Seguro