APAs ConcentracaoOs trabalhadores responsáveis pela segurança nos aeroportos – Assistentes de Portos e Aeroportos – iniciaram, hoje uma greve parcial de cinco dias, em protesto pela falta de resposta aos seus problemas e reivindicações e concretização dos compromissos por parte do governo.

Apesar das pressões e chantagens dos donos das empresas, que originou um protesto do SITAVA junto do governo, há uma adesão elevada e com determinação, realizaram-se concentrações nos aeroportos do Porto e Lisboa e, neste, os trabalhadores contaram com a presença do secretário geral da CGTP-IN.

Por outro lado, também neste confronto o governo se colocou ao lado dos interesses patronais ao não contribuir para a resolução dos problemas conforme compromissos assumidos e depois pela tentativa de proibição do direito de greve, para cerca de metade dos trabalhadores, na forma de um despacho de serviços mínimos e ilegal. É caso para dizer: “O governo não resolve, nem deixa resolver”!

Tradução

ptenfrdeitrues

Na Estrada da Luta

Boletim Na Estrada da Luta Numero 02 de Maio de 2019

4º Congresso

IPTRANS

Protocolo

Visitantes

Temos 167 visitantes e 0 membros em linha