#gruemenu.grue

Ferroviário

CaldasDaRainhaTendo em conta que a comunicação social relatou que houve um recuo na intenção de reduzir comboios na linha do Oeste, no âmbito da mudança de horários, a Comissão de Utentes de Defesa da Linha do Oeste decidiu adiar o protesto agendado para amanhã, a que a FECTRANS e o SNTSF tinham aderido.

Greve4JunhoCom os objectivos atrás enunciados, as organizações que em 29 de Novembro do ano passado assinaram uma acordo com o governo, sobre a problemática da segurança ferroviária - Agente Único - decidiram retomar a luta, na forma de greve de 24 horas no próximo dia 4 de Junho de 2018, na CP, MEDWAY e Takargo.

Comunicado conjunto

FertagusNa forma de uma greve ao trabalho extraordinário, ao trabalho em dia de descanso semanal e feriado e ao trabalho de prevenção, inicia-se no próximo dia 3 de Junho uma luta dos trabalhadores das oficinas da FERTAGUS, que irá até ao dia 30 do mesmo mês.

Ler mais...

CaldasDaRainhaA FECTRANS e o seu Sindicato no sector ferroviário – SNTSF – apoiam e aderem à manifestação convocada pela Comissão de Utentes da linha do Oeste, a realizar no próximo dia 30 de Maio, pelas 18,30h junto à estação das Caldas da Rainha.

Ler mais...

ComboioOesteA CP está a preparar a mudança de horários que, pelo que vai sendo conhecido, será antes mais uma redução da oferta e do serviço prestado à população, só na linha do Oeste são menos quatro comboios a juntar aos dois recentemente retirados.

Ler mais...

PlenarioIP19Abr2018Com a unidade, mobilização, luta e negociação, a plataforma de 14 organizações sindicais, conseguiu furar o bloqueio do governo quanto ao aumento dos salários, traduzido num aumento intercalar, na forma de um “subsídio de pré-integração do IRCT (Instrumento de Regulamentação Colectiva de Trabalho, futuro ACT), com os seguintes valores:

Ler mais...

LutaEmefEste acordo foi e é mais uma etapa da luta contínua dos trabalhadores pela melhoria das suas condições de vida e trabalho, que teve recentemente (Outubro do ano passado) resultado das mudanças de índices para a grande maioria dos trabalhadores, devido à reposição de direitos roubados pelo governo anterior e que mereceu, logo de imediato a mobilização e luta sindical.

Comunicado SNTSF/EMEF

PlenarioIP19Abr2018Depois do acordo da CP, os mesmo Ministérios que fugiram a passar ao papel aquilo que estava discutido, chamaram a si a discussão do conflito na EMEF, acordando aumentos salariais para os trabalhadores daquela empresa, pelo que se pergunta: E então na IP?

Comunicado conjunto

OcupemosAsEscadinhasNa sequência de um processo de luta, com diversas paralisações, aprovadas em cada local de trabalho, mas que se vinha a alargar, decorreram, durante toda a semana, negociações com a administração da EMEF e da CP, mais os Ministérios do Planeamento e das Infraestruturas, Trabalho e Finanças, de que resultou hoje um acordo.

Comunicado SNTSF/EMEF

Texto do Acordo

Tradução

ptenfrdeitrues

Noticias do sector

IPTRANS

Protocolo

Visitantes

Temos 71 visitantes e 0 membros em linha