#gruemenu.grue

Ferroviário

BandeiraSNTSFNo âmbito da luta em defesa da segurança na circulação e pela defesa dos postos de trabalho, está marcada uma greve para os próximo dias 23 e 24 de Junho, nos locais de trabalho acima de Coimbra (inclusivé), ou seja região Norte, nos termos descritos no comunicado anexo e apesar de estar a decorrer um processo de negociação com o governo, não há, no entanto, nenhum elemento a partir do qual possamos dizer que temos o conflito sanado e, por isso, e neste momento, o apelo é de os trabalhadores estarem na luta.

Comunicado conjunto

AgenteUnico Comunicado1Terminou às 12 horas o período de greve no sector ferroviário, que se iniciou às 00h de dia 12 (ontem) nas empresas MEDWAY e TAKARGO até às 24h e que na CP decorreu entre as 12h de dia 12 de Junho, até ás 12 horas de hoje, com uma adesão quase total dos trabalhadores, que no que concerne à circulação ferroviária de passageiros e mercadorias, ficou reduzida aos denominados serviços mínimos.

Ler mais...

GreveSantaApoloniaCom excepção dos chamados serviços mínimos, o dia de hoje é pautado pela supressão total da circulação ferroviária de mercadorias e passageiros, decorrente de uma adesão quase total dos ferroviários à greve em curso em defesa da segurança na circulação e dos postos de trabalho.

Ler mais...

GrevesJunho2018As organizações sindicais manifestam toda a disponibilidade para reunir com o Governo e fazerem um esforço de aproximação, se da parte do governo houver uma alteração de posição relativamente aos assuntos em discussão e que passa pela fixação de regras, que não coloquem a possibilidade de operação em regime de agente único na mão dos operadores e que este assunto não dependa da “boa vontade” dos presidentes das administrações de cada operador.

Comunicado conjunto

Greve4JunhoNo dia de hoje, a regra geral na ferrovia foi de supressão de comboios de mercadorias e passageiros - CP, MEDWAY e TAKARGO -, encerramento de bilheteiras da CP e de outros serviços destas empresa. A excepção foi a circulação de alguns comboios por imposição de uma ilegalidade por parte da administração da CP, ao promover a substituição de trabalhadores em greve, situação proibida pelo Código do Trabalho.

Ler mais...

Greve4Junho2018As primeiras horas da greve no sector ferroviário foram marcadas por uma forte adesão dos trabalhadores, que teve como consequência o começo da supressão de comboios de longo curso durante a tarde e a partir das 22 horas, por todo o País a regra geral passou a ser o da supressão das circulações previstas, quer de passageiros, quer de mercadorias.

Ler mais...

GreveIPNa CP são já visíveis alguns efeitos da greve no sector ferroviário, em defesa da segurança ferroviária e contra a redução da “tripulação” dos comboios, nos termos da nova regulamentação aprovada pelo governo.

Ler mais...

Greve4JunhoVem isto a propósito de que perante a forte disposição que se verifica entre os trabalhadores para fazerem greve, o governo e administrações das empresas estarem a tentar colocar trabalhadores doutras categorias profissionais (Maquinistas, OVCs, Inspectores de Serviço Comercial, etc.) a fazerem de agente de acompanhamento, ou seja, preparam-se para impor uma violação à lei da greve, colocando-se na situação de incumpridores da lei a que estão sujeitos e a impor a que os trabalhadores cometam um crime à luz do Código do Trabalho.

Comunicado conjunto

DGreve4Junhoia 4 de Junho é dia de greve na CP, MEDWAY, TAKARGO em defesa da segurança ferroviária, pelo facto de não ter havido entendimento com o governo, quanto á questão central – a existência, no mínimo, de dois trabalhadores na tripulação nos comboios de passageiros e de mercadorias.

Ler mais...

Tradução

ptenfrdeitrues

Noticias do sector

IPTRANS

Protocolo

Visitantes

Temos 81 visitantes e 0 membros em linha