#gruemenu.grue

MarchaEMEF 031220142Através da informação distribuída aos trabalhadores da EMEF, ficou a saber-se que está a ser concretizado as medidas de desmembramento da empresa, como vinham a ser anunciadas.

Esta é uma medida para servir apenas os interesses da MEDWAY/MSC e assim é entregue a esta empresa, que ficou com a CP Carga, a capacidade de fazer a manutenção do seu material circulante (instalações e trabalhadores).

Tal como defendemos há muito, com o retorno da EMEF à CP, não haveria agora as justificações para estas medidas, porque as imposições do Tribunal de Contas ficariam ultrapassadas.

O governo do PS não tem uma política para o sector ferroviário que não seja o do desmembramento e da futura privatização, porque se assim não fosse, teria já desencadeado as medidas para dar resposta aos problemas de agora e implementado as medidas que defendessem a CP e os interesses nacionais perante a medidas de liberalização previstas no quarto pacote ferroviário.

O SNTSF, sindicato da FECTRANS/CGTP-IN na empresa, denunciou a ilegalidade do processo por ter sido afastado de qualquer auscultação e negociação, das condições de transmissão dos trabalhadores conforme determina o Código do Trabalho.

Comunicado SNTSF 027/2018

Tradução

ptenfrdeitrues

4º Congresso

LOGO 4 CONGRESSO FECTRANS

IPTRANS

Protocolo

Visitantes

Temos 173 visitantes e 0 membros em linha

Informação email

Agenda

No mês passado março 2019 Próximo mês
D Sb
week 9 1 2
week 10 3 4 5 6 7 8 9
week 11 10 11 12 13 14 15 16
week 12 17 18 19 20 21 22 23
week 13 24 25 26 27 28 29 30
week 14 31
Sex. Mar. 29 @10:00 - 13:00
4º Congresso da FECTRANS
Sáb. Mar. 30 @10:00 - 13:00
4º Congresso da FECTRANS
Qui. Abr. 04
Greve na Scotturb
Sex. Abr. 12
Greve na TST/Arriva
Sáb. Abr. 13
Greve na TST/Arriva

Guia da parentalidade

Ponto Seguro