cabecalho1


 

EstacaoElvasA reabertura do serviço ferroviário até Elvas/Badajoz, que foi o resultado da luta dos trabalhadores e utentes e que teve correspondência politica na Assembleia da República, nesta nova correlação de forças, que aprovou uma Proposta do PEV, não pode ficar apenas pela reposição do serviço, é preciso que o mesmo assuma um verdadeiro serviço público, com horários adequados, material circulante com qualidade.

Se estas medidas não forem tomadas corre-se o risco de, mais tarde ou mais cedo (passadas as eleições) haver sim a reposição dos argumentos de que não há procura, que é um serviço que dá prejuízo, etc., para justificar a reposição do seu encerramento como aconteceu noutras vias, como por exemplo o serviço entre Setil e Vendas Novas.

Portugal precisa de uma política de desenvolvimento do transporte ferroviário, com investimento em material circulante, renovação de infraestruturas, admissão de trabalhadores de modo a garantir um serviço público que responda às necessidades efectivas do País e dos utentes.

Tradutor

Agenda

maio 2020
D Sb
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6

Informação por email

Videos

Visitantes

Temos 43 visitantes e 0 membros em linha

Hoje
Ontem
Semana
3384
3683
31338

Estatistica

Visualizações de artigos
1071400



 Av. Álvares Cabral 21, 1250-015 Lisboa - Telef: 21 845 3466 * E-mail: fectrans@fectrans.pt

Direitos de autor © 2020 FECTRANS - Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre produzido sob a licença GNU GPL.