ConcentracaoTrabalhadoresGrupoTejoSe obrigarem os trabalhadores das Rodoviárias do Tejo, Lis e Oeste, a realizar a paralisação já marcada para 4 e 5 de Fevereiro e tudo continuar igual, os trabalhadores ficando como única certeza a garantia que, não baixarão os braços, ou desistirão de melhorar os salários e as condições de vida.

Comunicado STRUP

Tradução

ptenfrdeitrues

4º Congresso

Visitantes

Temos 203 visitantes e 0 membros em linha

Protocolo