CarrisTur1Os trabalhadores daCarrisTur iniciarão, a partir de amanhã, um período greves porque a administração desta empresa, do universo da Carris e tutelada pelo Ministério do Ambiente, procedeu a partir de Fevereiro, à redução do salário dos trabalhadores para 560€, fugindo à aplicação do Contrato Colectivo do Sector Rodoviário de Passageiros.

O período de greve nesta empresa que assegura o serviço de passageiros no aeroporto e entre este e o centro da cidade, que assegura o serviço de elevadores e ascensores da Carris e os circuitos turísticos em Lisboa e outras cidades do País, começa amanhã com greves parciais, sexta, sábado e dormindo, com greves totais e depois até dia 1de Abril com outras greves parciais.

Inserido nesta luta, amanhã a partir das 09,00h, na Praça da Figueira, com a presença de Arménio Carlos, a estrutura sindical da empresa irá distribuir um comunicado aos utentes da empresa e no dia 25, no mesmo local, às 10,30h realizar-se-á um plenário de trabalhadores.

Tradução

ptenfrdeitrues

Protocolo

4º Congresso

Visitantes

Temos 117 visitantes e 0 membros em linha