Cabecalho Sindicaliza Te 2020


 

Rodoviário de Passageiros

ConselhoMinistros28Mai20201A população das áreas metropolitanas e do interior do País precisa que haja mais transporte rodoviário, à medida que se vai verificando a retoma da actividade e, para isso, é preciso que o governo intervenha rapidamente.

Ler mais...

LayOffNaoHoje milhares de trabalhadores do sector rodoviário de passageiros, estão na situação de “lay-off” total, com o contracto suspenso, ou com redução de actividade, devido às medidas de imobilização determinadas pelo patronato, ao mesmo tempo que começam a faltar autocarros para assegurarem o transporte de utentes dentro do quadro das medidas determinadas pelo Governo e DGS.

Ler mais...

LayOffNaoUma delegação dos sindicatos da FECTRANS estará no próximo dia 28 de Maio, a partir das 10h30m em frente à presidência do Conselho de Ministros, na rua Prof. Gomes Teixeira, a exigir a intervenção do governo no sentido de haver mais oferta de transporte rodoviário de passageiros, que são da responsabilidade dos privados e o fim das situações de “lay-off”.

Ler mais...

HorariosFunchalO STRAMM sindicato da FECTRANS/CGTP-IN na região autónoma da Madeira, realça junto dos trabalhadores dos HF - Horários do Funchal, a importância do AE por si assinado e destaca a valorização das condições salariais resultante do recente acordo com o Governo Regional/Administração.

Ler mais...

COVID saude direitos salariosNo essencial, as empresas privadas rodoviárias de passageiros continuam na quase totalidade, (excepção a Rodoviária de Lisboa) com a esmagadora maioria dos trabalhadores em “lay-off”, numa altura em que há necessidade de mais transportes disponíveis, para garantir as normas de protecção dos utentes e trabalhadores.

Ler mais...

DimboloSTRAMMApós vários contactos do STRAMM - Sindicato de Trabalhadores Rodoviários e Actividades Metalúrgicas da Região Autónoma da Madeira, filiado na FECTRANS, com o Governo Regional, chegou-se ao entendimento que: é Agente Único o motorista que em carreira de serviço público preste serviço sem qualquer acompanhamento, não se limitando apenas à cobrança, e onde foram analisadas e discutidas a concessão do valor descontado.

Informação STRAMM/FECTRANS

AlertaDenuncia1Para que possa haver um aumento da oferta de transporte público rodoviário de passageiros e para que as normas de distanciamento e de lotação impostas sejam cumpridas, é preciso que o governo intervenha para que as administrações das empresas terminem com os processos de “layoff”. Para discutir, entre outros, este assunto a Fectrans renovou o pedido de reunião com o Ministro do Ambiente.

Ler mais...

autocarroA multinacional TRANSDEV, um dos 3 grupos que operam o transporte privado de passageiros em modo rodoviário, está a informar os trabalhadores da intenção de prolongar a situação de “layoff” no mês de Maio.

Ler mais...

AlertaDenuncia1Sobre a situação excepcional que atravessa o nosso país importa referir que ainda não tinham vencido o primeiro mês de dificuldades, e já grande parte do patronato do Sector Privado de Passageiros empurrava trabalhadores para férias forçadas sem qualquer legitimidade. Na maior parte destas empresas, foram acumulando lucros ao longo dos anos, e já gritam ao Governo para lhes “pagar a conta”!

Ler mais...

AutocarrosCovibusA administração da COVIBUS/AVANZA, que opera os transportes urbanos da Covilhão, informou no passado dia 8 que vai accionar o mecanismo de “layoff” com retroactivos a 1 de Abril, na maioria dos casos com redução de horário

Ler mais...

Tradutor

Agenda

junho 2020
D Sb
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 1 2 3 4

Informação por email

Sindicaliza-te

LOGOTIPO SINDICALIZACAO

Videos

IPTRANS

Visitantes

Temos 125 visitantes e 0 membros em linha

Hoje
Ontem
Semana
3385
3492
6877

Estatistica

Visualizações de artigos
1075444



 Av. Álvares Cabral 19, 1250-015 Lisboa - Telef: 21 845 3466 * E-mail: fectrans@fectrans.pt

Direitos de autor © 2020 FECTRANS - Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre produzido sob a licença GNU GPL.