#gruemenu.grue

Com esta alteração de horários a administração da SOFLUSA está a preparar a redução de um turno de serviço. É esta a forma que encontraram para responder ao problema da falta de trabalhadores. Em vez de os admitir, reduzem-se carreiras e com isso acaba-se a necessidade de novos trabalhadores e a pergunta é: Até onde quererão levar estas medidas?

Perante a falta de resposta aos problemas de imobilização de navios, o que se procura é consolidar a redução de serviços, que até agora tem sido feita através da supressão de carreiras no dia a dia, para uma situação definitiva, mesmo que, para isso, coloque mais uma tripulação imobilizada neste período, na figura de reserva, passando a haver 3 tripulações nesta situação.

O governo através da administração que nomeou dá assim uma demonstração de que o serviço público de qualidade a prestar aos utentes é secundário, o que importa é fazer de conta que se resolvem os problemas.

A FECTRANS e os seus sindicatos na empresa consideram que este não é o caminho a seguir. O que é preciso é recuperar a frota, admitir trabalhadores que faltam e montar uma oferta de serviço público que responda às necessidades dos utentes.

 

Tradução

ptenfrdeitrues

Noticias do sector

IPTRANS

Protocolo

Visitantes

Temos 143 visitantes e 0 membros em linha