Cabecalho1.png
#gruemenu.grue

Tradutor

ptenfrdees

Agenda

janeiro 2018
D Sb
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3

Video

Visitantes

Temos 66 visitantes e 0 membros em linha

greve ferroviarios 1911Comemoram-se, hoje, os 160 anos da primeira viagem de comboio em Portugal, embora a história do caminho de ferro tenha começado antes com todo o trabalho de construção, em que, até hoje, participaram diversas gerações de ferroviários, sem os quais não haveria transporte ferroviário e, nesta data, prestamos a nossa homenagem a todos os homens e mulheres, que com a sua intervenção e luta, alguns dos quais pagando com a própria vida, construíram a história da ferrovia e construíram o património de direitos laborais e sociais que hoje usufruímos.

VigiliaEMEF27Out2016Com vigílias diárias em frente ao Ministério do Planeamento e Infraestruturas e com a realização de greves e plenários, hoje fechou-se um ciclo de luta dos trabalhadores da EMEF em defesa da empresa e pelo reforço do seu papel estratégico para a qualidade e segurança do transporte ferroviário e de protesto contra o despedimento colectivo dos trabalhadores contratados através de empresas de trabalho temporário, que devem passar a efectivos porque fazem falta e porque estão a ocupar postos de trabalho permanentes.

MTS 1Depois de se ter realizado uma reunião no passado dia 25 com a administração da MTS e após auscultação aos trabalhadores considera-se que estão criadas as condições para a suspensão da luta de dia 2 de Novembro, com a retirada do pré-aviso de greve, o que já foi comunicado à administração da MTS e ao Ministério do Trabalho, mas a mesma pode ser retomada num outo dia 1 ou 2 do mês, caso a administração tente boicotar esta fase de negociação.

Comunica do SNTSF/MTS

VigiliaMPI 25Out2016Continuou, hoje, a vigília junto ao Ministério do Planeamento, onde em reunião com o gabinete do Secretário de Estado se discutiu a necessidade de se parar com despedimento colectivo dos trabalhadores contratados através de empresas de trabalho temporário, porque estão a ocupar postos de trabalho permanentes e porque fazem falta à EMEF.

AumentoDosSaláriosDiversas organizações sindicais, conjuntamente com a Comissão de Trabalhadores, deslocaram-se, hoje, à sede da empresa, para entregar uma posição conjunta de exigência da abertura do processo negocial com vista à revisão do Acordo de Empresa e regulamento de Carreiras, para o qual havia um compromisso da administração, com reuniões marcadas, mas que pelos vistos, por esta, foi remetido para o esquecimento.

Documento conjunto

MarchaEMEF 031220142Começaram hoje as vigílias em frente ao Ministério do Planeamento e das Infraestruturas, para exigir do Governo medidas concretas para o desenvolvimento da empresa e para a sua manutenção com empresa estratégica do sector ferroviário, contra o despedimento colectivo e pela reposição das Convenções Colectivas e pela efectivo direito á negociação colectiva.

LutaEmefOut2016Perante a marcação da luta na EMEF na forma de vigílias durante a próxima semana em frente ao Ministério do Planeamento e na forma de greves e plenários no dia 27, tendo como uma das reivindicações a integração dos trabalhadores recrutados através de empresas de trabalho temporário e que, em toda a empresa, são 54, fomos hoje confrontados com anúncios internos em Lisboa, Entroncamento e Porto, e dirigidos para o interior da empresa, para admissão de trabalhadores.

Informação por email

Aplicação Telemóvel

Instale a aplicação FECTRANS para telemóvel. Use um leitor de QR code ou acesse AQUI pelo telemóvel

App

Parentalidade

parentalidade botao

Ponto Seguro

ponto seguro