CabecalhoSiteFectrans3.png
#gruemenu.grue

Tradutor

ptenfrdees

Agenda

janeiro 2018
D Sb
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3
Qua. Jan. 17, 2018 @09:00 - 13:00
Debate sobre os 20 anos da directiva postal europeia
Qua. Jan. 17, 2018 @14:30 -
Entrega da petição "Pela renacionalização dos CTT"
Ter. Jan. 23, 2018 @10:00 - 13:00
Reunião de Secretariado da FECTRANS

Video

Visitantes

Temos 61 visitantes e 0 membros em linha

LutaCTTComo é sabido o SNTCT não deu acordo à revisão da matéria salarial de 2016. As razões foram já sobejamente explicadas: aumentos insuficientes; não há reposição do poder de compra; os CTT têm milhões de euros de lucros que dividem principescamente pelos accionistas e pelos administradores, ao passo que para os trabalhadores sobram apenas migalhas (33 cêntimos por dia/10 euros mês).

Comunicado SNTCT

LutaCTTDizem eles que este acordo é aplicável aos “Sins”, pode ser aplicado aos não sindicalizados e não é aplicado à maioria dos trabalhadores dos CTT, os associados do SNTCT, a menos que escrevam uma cartinha a comunicar que aceitam, senão não recebem os 33 ou os 47 cêntimos. Será que o senhor presidente escreveu a tal cartinha em 2015 a manifestar a intenção de receber os mais de 900.000 euros? De certeza que escreveu em correio registado e com aviso de recepção.

Comunicado SNTCT

Cartaz greveCTT 20160328Numa adesão a rondar os 75%, os trabalhadores das empresas dos CTT acompanharam e apoiaram, a decisão do SNTCT de não assinar um acordo que se traduz numa actualização salarial de 33 cêntimos por dia (inferior ao dividendo por acção), numa empresa que acumulou, novamente, lucros que serão distribuídos pelos accionistas e onde o presidente ganha, por ano, o equivalente a 76 carteiros.

Ler mais...

PTContra o congelamento de salários e matérias de expressão pecuniária também em 2016, ao invés do patrocínio milionário de equipas de futebol e dos aumentos gerais dos custos de telecomunicações em 2015 e 2016;

Comunicado SNTCT

LutaCTTA CE/CTT quer distribuir dinheiro a quem quer e como quer. “Toma lá de uma vez só e guarda-o bem”. “Tens olhos castanhos, levas 250€”, tens olhos verdes, levas 500€”. “És director, levas 4000€”. “Tens olhos pretos levas 000”. No entanto mais grave que isso é que esta estratégia da CE/CTT tem a finalidade de desprezar os aumentos nos salários base e diuturnidades e levar os trabalhadores a pensar que não vale a pena lutar por aumentos salariais, sendo preferível “portarem-se bem”, não “fazer ondas” e esperar que lá para Abril ou Maio recebam “uma esmola”.

PTFace a haver centenas de milhões de euros para investir em clubes de futebol, os trabalhadores já não serem aumentados há vários anos,(desde Julho de 2013), irem começar a pagar serviços da MEO, terem um esforço adicional para se adaptar a mudanças de gestão difíceis impostas pelo novo dono da PT e mesmo assim continuarem a sua atividade laboral de modo esforçado e zeloso, consideramos “indecente” a contraproposta de clausulado, com a proposta de introdução do banco de horas, do horário concentrado, do pagamento de ajudas de custo só para deslocações acima dos 30 km, do alargamento do limite do trabalho suplementar para 200 horas por ano e trabalhador, alargar o regime do subsidio especial de refeição para 3 horas, necessárias para o receber, sendo atualmente duas, e também de novo congelamento salarial e de todas as matérias pecuniárias.
Comunicado SNTCT

Informação por email

Aplicação Telemóvel

Instale a aplicação FECTRANS para telemóvel. Use um leitor de QR code ou acesse AQUI pelo telemóvel

App

Parentalidade

parentalidade botao

Ponto Seguro

ponto seguro