Cabecalho1.png
#gruemenu.grue

Tradutor

ptenfrdees

Agenda

janeiro 2018
D Sb
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3

Video

Visitantes

Temos 87 visitantes e 0 membros em linha

CTT CCBRealizou-se no dia 25 de Maio a segunda e última reunião de conciliação da matéria salarial CTT 2016. Dada a posição inflexível dos CTT não foi possível chegar a acordo. O SNTCT já avisou os CTT que vai pedir a passagem do processo à fase de mediação no dia 5 de Junho próximo. Não são de esperar grandes alterações, no entanto o SNTCT vai esgotar todas as etapas negociais.

Comunicado SNTCT

PrivatizacaoCTT Hoje, em frente ao Ministério do Trbalho, em Lisboa, realizaou-se uma tribuna pública, onde se deu inicio a uma análise do balanço da privatização do CTT, suas consequências parta o País, para as populações e para os trabalhadores,

Ler mais...

publico e de todosAmanhã, a partir das 10 horas, dirigentes e activistas sindicais do CTT irão realizar uma Tribuna Pública, na Praça de Londres, sob o lema “Privatização do CTT: Quem ganhou?”, que será uma primeira iniciativa de lançamento deste debate na sociedade, porque hoje já se pode afirmar que, com o CTT privatizado perdeu o País, perderam as populações e perderam os trabalhadores. Esta acção contará com a presença do secretário-geral da CGTP-IN, Arménio Carlos.

CTT Milhoes tostoesRealizou-se na passada quinta-feira a 1ª reunião de conciliação do processo de revisão da matéria
salarial dos CTT para 2016. Durante a reunião o SNTCT manifestou a sua discordância quer em
relação aos aumentos salariais quer em relação à disparidade de verbas para aumentos e verbas
para prémios. O SNTCT afirmou ainda que a saída para este impasse poderia passar pela atribuição de uma verba a todos os trabalhadores. Os CTT mantiveram a sua posição, tendo o conciliador marcado uma nova reunião para o dia 25 de Maio.

Comunicado SNTCT

CTT CCBHoje delegados e dirigentes sindicais, concentraram-se junto ao Centro Cultural de Belém, local onde se realizou a Assembleia Geral do CTT agora privado e onde se discutiu a distribuição dos lucros para os accionistas, quando na mesa de negociação os representantes dos interesses privados tentam impor a distribuição de tostões aos que criam a riqueza da empresa.

CTT AbrantesA coragem, responsabilidade, determinação e a união da equipa de trabalho fez com que a Empresa reconhecesse a razão que levou estes Trabalhadores a marcar a greve e aceitou as suas reivindicações, demonstrando que, só se obtêm resultados quando se luta.

marcoCorreioOs trabalhadores dos CTT do Centro de Distribuição Postal de Abrantes vão estar em greve nos dias 22 e 26 de Abril de 2016 e vão manifestar-se na rua. Esta greve é uma forma de luta contra a gestão dos CTT, porque estes estão a contribuir para a deterioração do serviço postal. As correspondências estão a ser atrasadas, os trabalhadores estão a trabalhar para além do horário porque os postos de trabalho não são ocupados, existem 8 tarefeiros a distribuir, mas quem tem que tratar e dividir o serviço são os trabalhadores efetivos, o que faz com que o tempo de trabalho interno seja alargado e o trabalho de distribuição seja diminuído. O stress causado por esta situação tem causado inúmeros acidentes de viação.

Ler mais...

LutaCTTO SNTCT vai levar a cabo uma concentração de dirigentes e delegados sindicais no dia 28 de Abril de 2016, às 10H, frente ao Centro Cultural de Belém – local e hora onde se realiza a Assembleia-Geral dos CTT. Esta concentração destina-se a protestar contra os aumentos de miséria, contra o clima demedo, coacção e assédio moral que se vive neste momento nos CTT. Destina-se também a denunciar a falta de qualidade do serviço postal e a falta de ocupação dos postos de trabalho, com os consequentes prejuízos para o público e para os trabalhadores.

Comunicado SNTCT

LutaCTTComo é sabido o SNTCT não deu acordo à revisão da matéria salarial de 2016. As razões foram já sobejamente explicadas: aumentos insuficientes; não há reposição do poder de compra; os CTT têm milhões de euros de lucros que dividem principescamente pelos accionistas e pelos administradores, ao passo que para os trabalhadores sobram apenas migalhas (33 cêntimos por dia/10 euros mês).

Comunicado SNTCT

Informação por email

Aplicação Telemóvel

Instale a aplicação FECTRANS para telemóvel. Use um leitor de QR code ou acesse AQUI pelo telemóvel

App

Parentalidade

parentalidade botao

Ponto Seguro

ponto seguro